30 de nov de 2012

She Will Be Loved. - Capitulo Cinco.


P.O.V Jaxon


E agora por culpa do Justin estamos todos em uma reunião com a Trina, vamos aplaudir ele? sentiram a ironia?


- O que você tinha na cabeça Justin? - Trina gritou 


- Trina, qualé? ela ia ficar sabendo cedo ou tarde! - indagou 


- Que tivesse sido tarde! - comentei e bufei


- A questão não é essa Justin - ela disse brava - você sabe que os Adams podem vim atrás da gente certo? 


- Pra que? - perguntou dando os ombros - pra tirarem a minha cabeça? ótimo, podem vim então, estou cansado dessa vida, eu sou um monstro e ninguém vai sentir a minha falta - gritou 


- Eles não vão vim atrás de você, vão vim atrás de Amy que é INDEFESA! - gritou - você não tem cabeça nem para isso Justin? não sabe que depois de contar teria que transforma-la em vampira? 



E então Justin se calou, parecia estar levando mil e umas facadas no coração. E então olhei fixamente para ele e invadi a sua mente e tirei a conclusão:



Ele era o escolhido 



- Trina... - a chamei - o Justin ... ele é ... é o ... - eu não conseguia falar


- O escolhido - ela concluiu - e é por isso que mandei ela ficar aqui, longe de todos, achei que vocês eram bons o bastante para cuidar dela, mas parece que me enganei! - mateu as mãos ao lado da coxa


- Eu preciso dela - sussurrou Justin - AMY! - gritou e começou a subir as escadas


- Você não vai a lugar nenhum - Trina gritou e correu até ele



O pegou pelo pescoço de uma forma que ele não conseguia mexer e então ele desistiu e foi andando com calma até o sofá no local aonde estava sentado.



- E agora? - Harry se pronunciou


- Temos que fazer a transformação o mais rápido o possível - anunciou Trina

Não! - gritou Justin



P.O.V Amy



Uma moça simpática na qual se chamava Trina, nos tirou da montanha e nos trouxe para a casa, minha cabeça ainda estava um pouco confusa e ela me pediu para tomar um banho para relaxar.


Eu escutava alguns gritos mas não conseguia saber o que era. Então procurei ignorar e parar de pensar nisso um pouco.


Acabei meu banho e coloquei meu pijama, sai do banheiro e fui para o quarto na frente do espelho e comecei a pentear meus cabelos.


Depois que acabei sai do meu quarto sem fazer barulho - o que era meio sem sentido já que ali está rodeado de vampiros - e fui até a escada.


- Não vou transformar Amy em uma vampira. - Justin disse bravo


E então eu vacilei e fiz barulho, fazendo todos me olharem.



Eu não quero virar uma vampira. - pensei



- Se acalma Amy, não pensa isso - Ryan disse se aproximando



Não se aproxime Ryan, estou com medo.



- Pelo amor de DEUS Amy,não fique com medo de mim - tentou se aproximar novamente



Ele está lendo meus pensamentos?



- Sim, eu estou, agora por favor não corra - disse com calma



O que eu estou fazendo aqui parada? tem alguns vampiros me olhando e um tentando se aproximar de mim lendo minha mente.



Corra Amy, corra!



- Não Amy, não corra! - Ryan gritou



Mas foi tarde de mais, sai correndo para o meu quarto e me tranquei lá.



Encostei na porta e fui descendo até o chão sentindo as lágrimas me molharem. Me apoiei em meus joelhos e comecei a pensar


E então eu sempre fui uma filha má? é por isso que estou aqui? eu sei que nunca fui uma das filhas bom exemplo, mas meus pais nunca ligaram para mim e aposto que nem querem saber aonde eu estou agora. Mas a culpa de tudo isso é minha.


- Não Amy, não se culpe! - Ryan dizia em quanto batia na porta


- PARA DE LER MEUS PENSAMENTOS, SEU IDIOTA! - bati na porta com força gritando e chorei mais.


- Ryan, a deixe um pouco, deixa ela relaxar e depois conversamos com ela - a voz da Trina soou e depois o corredor ficou em silêncio.



[...]



Acordei deitada de qualquer jeito na minha cama, senti meus olhos pesarem mas me levantei mesmo assim. 


Fui para o banheiro e lavei meu rosto, em seguida me encarei no espelho. Eu estava pálida, com o rosto inchado e olheiras enormes.



E isso me fez lembrar o tanto que chorei nas ultimas horas.



Eu tinha pensado em fugir ou algo do tipo, não posso ficar vivendo com loucos que querem me morder para mim virar um deles. 


Mas desisti, algo aqui dentro diz "fique, é melhor para você" e dessa vez não é uma voz igual a da Caitlin, é tipo meu coração falando, sacou?



E me assustei quando uma voz começou a falar em minha cabeça.



"Ei, seria bom se você viesse aqui em baixo, podemos conversar melhor - uma risada - desculpa te assustar assim, é a Caitlin, desce aqui"



Isso é loucura!



Prendi meus cabelos em um rabo de cavalo e sai do meu quarto, tomando cuidado para nenhum vampiro pular em mim.


Cheguei na sala e Caitlin estava lá estirada no sofá, assim que notou a minha presença se sentou e me olhou sorrindo fazendo sinal para eu me sentar ao seu lado.


- Está mais relaxada? - perguntou quando eu me sentei


- Isso é loucura - respondi olhando para o nada


- É, eu pensava isso também - riu fraco - mas com o tempo você se acostuma.


- Eu vou ter que virar vampira? - perguntei rapidamente.



Ela suspirou e abaixou a cabeça, depois se virou para mim e segurou minha mão.


- Não nesse momento - foi sincera - e eu não sei quando vai ser, mas vai acontecer, talvez amanhã ou talvez daqui a um ano, não tem uma data certa. Por que o certo era não ter te contado, mas o Justin contou, então se tem que culpar alguém, culpe a ele - deu uma risada junto a mim - mas a questão é, você tem que ser forte agora - sorriu a acariciou minha mão.


- Por mais que eu queira matar o Justin, eu não consigo - ri fraco admitindo - ele me irrita, mas não consigo ...


- É porque ele é o escolhido - disse fraco - mas não me pergunte o que é, porque eu não posso falar - levantou as mãos se rendendo



Suspirei, estava cansada de todos esconderem as coisas de mim.


- Mas eai, qual é o seu poder? - tentei 


- Poder? - deu uma risada - bom, eu consigo interferir nos pensamentos das pessoas, tipo quando eu disse para você descer aqui ...


- Que dahora! - disse animada - então quando eu estava olhando para o Jaxon era você que me mandava parar de olhar?


- Sim - sorriu -  não encare muito os olhos deles, são chamativos porque ele pode te hipnotizar, e ai você fará tudo o que ele mandar


- Que sexy - comentei e ela gargalhou


- Amy? - escutei me chamarem



Me virei para trás e lá estava Ryan um tanto cauteloso ao se aproximar, sorri para que ele entendesse que podia se sentar ao meu lado e assim ele fez.



- Está mais calma? 


- Sim - respondi - me desculpa por aquela hora, eu só estava confusa e ...


- Relaxa - me cortou - eu entendo, comigo foi bem pior - riu fraco e Caitlin começou a gargalhar sem parar.


- Você está bem? - perguntei pra ela


- É que - ela gargalhava - foi muito - gargalhava mais - engraçado 


- Para de me zoar Caitlin! - Ryan disse e tacou uma almofada nele


- O que foram fazer aquele dia que eu fiquei sozinha com o Zayn? - perguntei



Eles se entreolharam e Caitlin balançou a cabeça positivamente



- Fomos caçar - respondeu Ryan

2 comentários:

  1. ui, jaxon sexy vemk vem, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, AMEI JURO CONTINUA RAPIDO PELO AMOR DE DEUS
    - anony que agora vai ficar como Leticia u.u

    ResponderExcluir
  2. gente, ta perfeito dmais kra <333 continua pfvor *-*

    ResponderExcluir