18 de nov de 2012

She Will Be Loved. - Capitulo Três.

Já eram quase meia noite e nada dos moradores dessa casa chegarem. 


Cheguei a um bom tempo com o Justin e ele parecia outra pessoa, fez um chocolate quente para mim e me deu cobertas bem quentinhas para eu me aquecer, depois me levou para o meu quarto e foi para o dele.



E então escutei barulho de um carro e uma luz forte na minha janela. Me levantei da cama e fui ver, lá estavam todos chegando, estavam conversando sobre alguma luta ou algo do tipo.


Fiquei feliz com a chegada de todos e saber que estavam bem. Sai do meu quarto e trombei com um ser idiota.



- AI, MINHA CABEÇA! - gritei e coloquei a mão na minha cabeça


- Meu dente! olha para onde anda pirralha 



E isso era a conclusão de que quem trombou em mim e mordeu a minha cabeça foi o Justin.



- Não cara, não ... - uma voz baixa soou no corredor 



Me levantei e vi perto da escada Ryan vindo devagar e implorando algo ao Justin, virei para encarar o Justin que estava comum pouco de sangue nos dentes e passando a lingua como se gostasse da quele gosto, fechou os olhos e as mãos e depois sorriu travesso com os dentes limpos.



- Uh, a pirralha tem um gosto bom ... - disse e veio em passos lentos e tenebrosos para cima de mim


- Justin, você está me dando medo ... - eu disse andando para trás em direção ao Ryan


- Não Justin, não! - Ryan gritou 



E com uma super velocidade Ryan pulou em Justin o fazendo cair, mas Justin parecia ser forte e estava prestes a se levantar. Sai correndo e quando estava descendo as escadas vi Zayn e Chaz subindo correndo para segurar Justin.



- O que aconteceu? - Caitlin perguntou assim que eu cheguei na sala


- O Justin ... ele ... ele mordeu minha cabeça e depois veio para cima de mim - disse meia confusa



Eles se encararam e então todos subiram correndo a escada e Caitlin me levou para a cozinha.



- Vem, vou ajudar você - sorriu fraco e eu me sentei na bancada



Ela foi até a dispensa e pegou uma caixinha de primeiros socorros. Veio até mim e afastou meu cabelo começando a passar remédio e cuidar do ferimento.



- Está doendo? - perguntou


- Não - disse fraco - o que aconteceu lá em cima Caitlin?


- Não sei - suspirou - Amy, não faça perguntas, por favor. Todos já passamos pelo o que você está passando, mas você ainda não pode saber o que está acontecendo, mas acredite, quando for a hora certa, você saberá.



E a frase de Christian soou em minha cabeça


"Amy você tem que entender que é necessário, todos aqui já passaram por isso e agora é a sua vez, quando você tiver que saber, vai ficar sabendo"



- Prontinho - Caitlin disse se afastando


- Caitlin, vocês precisam ir - Zayn disse entrando na cozinha



Ela concordou com a cabeça e guardou a caixinha de primeiros socorros, me deixando sozinha com o Zayn.



- Que tal uma pizza? - abriu um sorriso enorme


- Calabresa? - sugeri


- Calabresa! - gritou com uma voz estranha e depois demos risada



Zayn ligou na pizzaria e depois fomos para a sala esperar a pizza chegar. O resto do pessoal sairam, ou seja, só estava eu e Zayn em casa.



Resolvemos jogar video-game, melhor de três e eu ganhei duas partidas.



- GANHEI, UHUUUUUUUUUL - gritei comemorando


- Só não conta para ninguém que eu perdi para uma menina - disse ele coçando a cabeça 



Concordei com a cabeça e me joguei no sofá ao seu lado. 



- Zayn, aonde eles estão? - tentei 


- Olha Amy ... - se virou e eu o interrompi


- "Vai ficar sabendo no tempo certo" - imitei e fiz uma careta que o fez gargalhar


- Isso vai ser melhor para você, baixinha - riu e me abraçou fazendo um pouco de cócegas


- Que ótimo, já era chamada de pirralha, agora de baixinha também? - bufei e ele riu da minha cara



A pizza chegou e Zayn foi pegar, pagou e depois colocou na mesa centro da sala e devoramos, eu comi 3 pedaços e ele comeu o resto! Olha que a pizza era tamanho familia, 12 pedaços.



- Vou dormir, estou com sono - eu disse e beijei a sua bochecha



Subi as escadas e fui para o meu quarto, entrei no banheiro e tomei um banho e escovei os dentes.



Narrador



Bieber precisava da quilo. Ele não queria um veadinho, ele queria logo um tigre ou uma onça.


Corria pela floresta o mais rapido que podia, até finalmente achar o que queria, uma onça deliciosa.



Se preparou, escondendo atrás das arvores e pulou na presa, a onça para se defender acabou acertando uma arranhada no rosto de Justin, que com raiva atacou rapidamente em seu pescoço.



Alívio


Satisfação



Era o que Bieber sentia no momento.




P.O.V Amy Turner



Eu estava dormindo quando algumas vozes me atrapalharam e irritada me levantei indo até a janela ver o que era.


Ryan e Chaz brigavam por algo.



- Mano, você não podia ter feito isso! - Ryan gritou


- Sai daqui vacilão! - Chaz o empurrou forte



E não foi um empurrão forte de lutador de MMA, foi um empurrão que fez Ryan cair no final do quarteirão e ainda deixar um buracão no chão. Chaz suspirou e em uma velocidade incrível correu para o meio das arvores e sumiu ali. 


Olhei para Ryan, que levantou raivoso e fez o mesmo que Chaz, sumindo no meio da quele monte de arvore.



Eu estou ficando louca?






3 comentários:

  1. Posta mais, é perfeito!

    ResponderExcluir
  2. Nossa que tenso que ficou agora. Eu to amando a sua historia poste logo em? Bjos

    ResponderExcluir
  3. PELO AMOR DE DEUS QUE PERFEITO CONTINUUUUUA
    SUA ANOONY FOFA QUE AQUI VAI CHAMA LULI

    ResponderExcluir