4 de dez de 2012

She Will Be Loved - Capitulo Sete.


Dois dias depois.



São oito horas da manhã e eu estou com um frio do caramba e sono também. Mas não posso dormir, porque eu e Justin estamos prestes a embarcar para o Rio de Janeiro no Brasil.


Porque?


Não sei, e adivinha porque? porque não quiseram me falar, de novo.


A única coisa que me disseram foi "isso é para te proteger, ou quer ser mordida por um vampiro"


E foi ai que eu pensei "qual é, eu estou cercada de vampiros, as chances de eu ser mordida está para acontecer em qualquer momento."



- Estão prontos? - Trina perguntou 


- Sim - respondeu Justin 


- Ryan e Zayn, levem os para o aeroporto - disse Trina subindo as escadas.



Colocamos as malas no carro, na verdade os meninos colocaram, porque eu estava com muito frio e logo corri para o meu lugar no banco de trás.



Pouco depois a porta foi aberta e Justin entrou do meu lado, sorriu e me deu um beijo na bochecha, a dois dias ele estava tão fofo comigo.


- Ta tudo bem? - perguntou e eu asseti


As portas da frente foram abertas e Ryan sentou no volante e Zayn ao lado.



- Próxima parada: aeroporto! - disse Ryan animado 



Eu estava morrendo de sono e já tinha bocejado umas 500 vezes, Justin riu e me fez deitar em seu colo me fazendo dormir, e pelo o que eu entendi o aeroporto era longe o que dizia que eu poderia dormir até que bastante.



[...]


- E quando afinal vai ser a transformação? - parecia ser Justin


- Trina não deu a data certa - Ryan disse e suspirou - ela só disse que tinha que esperar a visita dos Adams e em quanto isso vocês teriam que estar longe e dependendo de como andasse você vai ter que transforma-la


- Não! eu não vou fazer isso! - Justin disse irritado - eu sei que parece estranho, antes ela era só uma pirralha para mim, mas agora eu me importo com ela, e não quero que ela vire um monstro como eu!



Ele se importa comigo.



- Justin a gente entende - Zayn concluiu - você é o escolhido, é normal isso.


- Nunca pensei que fosse ser o escolhido ... - sussurrou 



E então eu fui abrindo os olhos como se nada tivesse acontecido. Como se eu não estivesse com medo desses Adams dar algo errado e eu voltar para cá vampira.


- Eai dorminhoca? - Ryan disse olhando no retrovisor


- Estamos quase chegando - disse Zayn se virando para trás e sorrindo


- Dormiu bem? - perguntou Justin e eu balancei a cabeça positivamente


- Vai demorar muito? - perguntei manhosa


- Oh bebê - Zayn zombou - não vai não neném, vai chegar daqui apouco - disse com uma voz de criança que me fez rir.




E então chegamos no aeroporto, descemos do carro e Justin e Zayn foram tirar as malas do porta-malas.



- Ei Amy - Ryan me abraçou - vou sentir sua falta  - tocou meu nariz 


- Eu também Ry - sorri - vai demorar muito para nos vermos de novo?


- Eu não sei - disse chateado - de verdade, isso eu não sei - colocou as mãos para cima e eu dei uma risada - vou sentir saudades - me abraçou 


Baixinha! - Zayn disse vindo até mim e me abraçando - se cuida lá e se o Justin for um mané bate nele por mim - bagunçou meus cabelos e eu ri 


 Nos despedimos e começamos a puxar nossas malas, o Justin estava com a maioria e não parecia se importar com o peso, ele se aproximou e pegou na minha mão a entrelaçando e sorriu me encarando.



Esperamos uma meia hora até conseguirmos entrar no voo,onde eu dormi a viagem inteira.


Senti beijos por todo o meu rosto e uma risada, abri os olhos e Justin me encarava com um sorriso.


- Acorda dorminhoca - me deu um selinho - chegamos ao Brasil!


- Sinto falta daqui - falei em português


- O que disse? - perguntou


- Você não fala em português? - perguntei incrédula


- Não - disse óbvio - você fala?


- Sim, sou brasileira  - sorri - mas imagina se eu não falasse? como você acha que sobreviveríamos aqui?


- Relaxa pirralha - ele disse divertido e eu bufei o fazendo rir.



Algumas horas depois.




Já estavamos no local onde ficariamos aqui no Brasil. Era uma casa de madeira, confortável que ficava longe de tudo, em uma pequena villa.


Os donos da casa eram seu Joaquim e dona Joana. Eles tinham o rosto de alguém de uns 60 anos, mas como são vampiros tem muito mais que isso.



- E então querida, quer alguma coisa? - dona Joana me perguntou pela milésima vez


- Não dona Joana - sorri - muito obrigada


- Só Joana - sorriu - não sou tão velha assim - ela parou - ou será que sou? - gargalhou de sua própria piada e eu ri dela rindo, KKKKKKKK



- Tudo bem, Joana 


- Vou me deitar um pouco, estou cansada - beijou o topo de minha cabeça e foi para seu quarto que dividia com seu marido Joaquim



Me estiquei no sofá e me acomodei no meio da quelas cobertas, por mais que era o Rio, estavamos em uma área afastada e fria.


- Cabe eu ai? - Justin disse me empurrando e se deitando atrás de mim me abraçando em conchinha


- Se não cabia, agora cabe - respondi 


- Está precisando de algo? - beijou minha nuca


- Não - sorri fraco




E então ficamos ali, agarradinhos assistindo um programa qualquer ate que eu peguei no sono.




5 comentários:

  1. Amei o capitulo, ficou muito bom. Que estranho, o Justin mudou do nada. Nunca imaginei que o Zayn ia ser carinhoso com a Amy. E os pais da Amy? Não sentem a falta dela? O Zayn também é vampiro? Porque ele é quente e o Bieber é frio? Estou ansiosa para o próximo

    ResponderExcluir
  2. ta perfeita a ib, ta mto perfeita, to mto ansiosa p o capitulo, tudo perfeito kra <33

    ResponderExcluir
  3. Nossa que capitulo foda em. Achei tambem estranho esse comportamento do Justin. Sera que o Zayn é um lobo? Nossa eu estou muito ansiosa para o proximo capitulo. Espero que voce poste a sua outra historia ta? Bjoss

    ResponderExcluir
  4. Concordo totalmente com a Blueandpink tudo o qe ella falou eu torno as minhas palavras! AMEI AMEI AMEI AMEI! ANSIOSA PARA O PROXIMO!

    ResponderExcluir
  5. awwwwwm continua??
    ~~leticia

    ResponderExcluir