8 de dez de 2012

Love Is A Battlefield, Third Season - Segundo Capitulo


P.O.V John



Cheguei em casa perto das uma da manhã. Meu dia com a Tori tinha sido incrivel, ela é a garota mais incrivel que existe!



Encontrei Nicholas sentado no sofá vendo UFC, em quanto gritava e torcia para alguém que lutava. Perguntei onde meu pai estava e ele disse que tinha saido e ainda não tinha voltado. 



- Aonde está as suas irmãs? - perguntei



- Nicolle ta lá em cima e Maya fugiu de novo, agora cala a boca que eu quero ver a luta - disse irritado



Eu ri e neguei com a cabeça. Subi as escadas e fui para o meu quarto, deixei minha carteira, celular e chaves lá e tirei meu sapato. Sai do quarto e fui em direção ao quarto da Nicolle.



- Anjo? - perguntei entrando em seu quarto, ela estava guardando algo em uma gaveta que depois foi trancada por uma chave



- Só chegou agora?



- Sim - sorri e me sentei na ponta de sua cama - como está?



- Estou bem - sorriu fraco - só com um pouco de sono, mas o papai ainda não está em casa para me desejar boa noite, vou espera-lo



Nicolle agia como uma criança, não exatamente, mas ela meio que parou no tempo depois que nossa mãe se foi. Meu pai tinha que todo dia vim desejar boa noite a ela e cantar algo para ela dormir, mas ultimamente ele está saindo e está demorando a voltar e ninguém sabe o porque.



- Maya te buscou no horario?



- Ah, sabe como ela é, atrasou um pouquinho - deu uma risada gostosa e eu a acompanhei





- ME SOLTA SEU IDIOTA!



Fomos atrapalhados por gritos no andar de baixo, o que nos fez levantar rapidamente e descer as escadas encontrando Maya brigando com o meu pai.



- EU TE ODEIO, COMO VOCÊ PODE FAZER ISSO? COMO VOCÊ PODE  FAZER ISSO COM A MAMÃE? SEU IDIOTA! - ela gritava e estapiava meu pai que tentava a segurar com os olhos cheios de lágrimas, em quanto Maya chorava uma bacia de água.



- EU POSSO EXPLICAR MEU AMOR, DEIXE-ME EXPLICAR - ele tentava



- NÃO, NÃO PRECISO DE EXPLICAÇÃO, O QUE EU VI JÁ BASTA! - ela gritou



- Olha, é uma boa pessoa, amanhã vamos ter um jantar juntos para nos conhecemos! - ele tentou novamente



- UM JANTAR? VAI MARCAR UM JANTAR COM UMA VADIA? EU NÃO QUERO OUTRA MÃE, EU QUERO A MELISSA, MINHA MÃE DE VERDADE! - gritava chorando - EU TE ODEIO, ENFIA A LOIRA OXIGENADA NO MEIO DO SEU CÚ



Ela se soltou e correu pelas escadas, ouvi a porta bater com força, por tanto ela estava lá dentro já.



- Vo-você ta saindo com outra mulher pai? - Nicholas perguntou visivelmente machucado, e meu pai abaixou a cabeça. - e-eu não acredito, EU TE ODEIO! - gritou o final e correu pelas escadas assim como a Maya



- Papai - a voz doce de Nicolle o chamou



Encaramos ela e ela estava chorando



- Não quero outra mãe, não quero - sussurrou 



Meu coração doeu ao ver minha princesa na quele estado



- Filha ... - ele tentou



- Não quero - gritou e correu pelas escadas.



Ele me encarou como se eu fosse a ultima esperança.



- Eu so grande, sei que um dia teria que seguir enfrente, só é muita informaçao para nós, NÓS NÃO QUEREMOS OUTRA! - gritei o final e senti as lágrimas brotarem em meus olhos - eu só esperava mais de você - disse por fim subindo as escadas e me trancando em meu quarto.



P.O.V Nicholas



Entrei no quarto da Maya sem pedir e a puxei da cama, ela ia gritar comigo mas eu interrompi.



- Me leva na outra casa, por favor ...



Ela condordou e se levantou pegando seu celular e suas chaves, chamamos os outros e saimos de casa em silêncio, entramos no carro e Maya deu partida.



Quando chegamos na outra casa, entramos e observamos o local, estava do mesmo jeito de uns 7 anos atrás. Cada um foi para o seu local favorito, onde se lembrava, onde sentia melhor nossa mãe. Eu fui para o meu quarto, se as lágrimas já caiam antes, estão caindo mais ainda agora com os porta-retratos com fotos minha e da mamãe. E chorei mais ainda quando vi uma foto da nossa familia quando era feliz: Papai e mamãe se beijando, eu nas costas do papai e Nicki nas costas da mãe, Maya e John pulando e fazendo careta: uma familia feliz.



Me joguei na antiga cama, agora pequena para mim, e me abraçacei no travesseiro em forma de bola de futebol, depois de tantas lágrimas adormeci ali.





P.O.V Justin



Acordei no dia seguinte acabado, me levantei da cama e fui para o banheiro, encarei meu reflexo no espelho, meu rosto estava inchado de tanto chorar e eu estava com uma aparencia horrível, eu sou um pai tão ruim assim?



Tomei um banho para refletir e relaxar. Eu não posso ficar parado no tempo para sempre, eu sinto falta da Melissa, eu a amo e sempre vou ama-la. Mas eu preciso seguir em frente e Ellen me faz bem!



Sai do banho e me troquei, eu ia tentar conversar com os meus filhos, ia começar pelo John, por ser o mais velho talvez ele me entenda e me ajude nessa.



Entrei em seu quarto e não o encontrei, deve ter ido para a casa da namorada para relaxar um pouco. Entrei no quarto de Nicholas e não o encotnrei, hoje é domingo e todo domingo ele sai cedo para jogar bola com os amigos em um campo aqui perto. Tentei a Maya, que seria a mais dificil, não a encontrei, ela fugiu de novo? oh não - pensei quando uma coisa passou pela a minha cabeça - corri no quarto de Nicolle e não a encontrei: eles estão na outra casa.



Peguei minha chaves do carro correndo e sai de casa rapidamente, dei partida e fui a mil em direção a casa antiga. O carro de Maya estava parado na frente, o que indicava que pelo menos ela deveria estar ali.



A porta estava aberta, entrei silênciosamente e fui subindo as escadas, entrei no primeiro quarto, o do Nicholas. Ele estava dormindo, com o rosto inchado de chorar, abraçado a bola de futebol travesseiro que a Mel tinha dado a ele.



Fechei a porta e fui tentar loalizar os outros, fui no quarto do John e ele não estava lá, mas algumas coisas estavam fora do lugar, o que indica que ele passou por ali. Sai dali e fui para o quarto de Nichole, ela etsva jogada no meio do castelo de bonecas que ela brincava quando era menor, o rosto inchado de tanto chorar, meu coração apertou ao ver minha princesa ali.

Sai do quarto e fui a procura de Maya, abri a porta do quarto dela e ela estava deitada na cama, com o seu antigo boné preferido que sua mãe comprou quando foi para MIAMI, abraçando algumas coisas que Mel tinha dado para ela, inclusive uma foto das duas juntas.



Ver Maya ali assim me deixava fraco, como uma princesa pode se transformar em um ser tão rebelde assim? eu sou um pai tão ruim a esse ponto?



Fui a procura de John, subi no ultimo andar, onde tinha um planetário que tinhamos contruido para ele, e como eu imaginei, ele estava ali.

3 comentários:

  1. Nossa que barra que o Justin esta passando. Mais bem que ele merecia, por ter feito isso com os seus filhos. Fiquei com dó do John, mais eu sei que isso vai mudar. Quando a Mel vai aparecer em? Porque eu tenho certeza que ela nao morreu se nao voce nao ia fazer a 3° temporada. Bjoss Te amo...

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaaaaah cont , cont , cont .. ta perfeitooo *------*.. Não demora muito não tá ?? ..
    Bý : @BeehLuiiza

    ResponderExcluir
  3. Hello! Cheeeeeguei
    Nossa li as 2 temps. rápidinho =) feliz da vida por isso
    Será que a Mel morreu mesmo? Tenho minhas dúvidas.
    Quando ela aparecer (ou quando descobrirem) os filhos vão ficar revolts da vida.
    Tadinho do Jus mas...
    Não sei porque mais não consigo imaginar o Jus com 30 anos
    Bjs da LoreStyles

    ResponderExcluir